sábado, 10 de outubro de 2009

Não resisti...

Depois de ler um dos últimos comentários, não resisti a fazer este desenho.

12 comentários:

Farinhas disse...

Ahahahah!

Tens razão.
Andam por aí muitos hipnotizados...

Sir Giga disse...

Desenho? Qual desenho? Espero que este não vá ao menos parar a um incauto mural...

pedro disse...

por acaso este até dava um mural bem fixe.

até vêm boas ideias dos lados praxistas eehehheheeh

ser.r.alves disse...

Mas se o Sir Giga diz que isto não é um desenho, e como ele está hierarquicamente acima de nós (academicamente falando), então de certeza que não o podemos fazer, Não é assim que funciona na Praxe, Sir Giga?
(só agora é que reparei que o teu pretensiosismo até na alcunha que usas está)

Sir Giga disse...

Oh Ser.r.alves, isto até estava a correr muito bem até começar com o discurso passivo-agressivo. Acaba de transformar uma singela apreciação estética a um rabisco que considerei - no conteúdo e na forma - imaturo, descabido e irrelevante para as questões que o MATA quer - ao que dizem - ver discutidas, numa manifestação de suposto pretenciosismo da minha parte. Fica registado. Da próxima rio-me destas infantilidades sozinho.
Já agora:

1 - O "Sir" derivou da ignorância de alguns, que entendiam ser Giga um epíteto feminino. Na tuna, "Giga" serve perfeitamente, sempre serviu. Satisfeita a curiosidade?
2 - A minha posição hierárquica na Praxe não me dá superioridade sobre ninguém. Quando praxava na academia, esse era um ponto que gostava de frisar aos caloiros. NIGUÉM vale mais que os outros. O veterano, o chefe, o professor, o primeiro-ministro, o polícia, o padre da freguesia ou o papa tem posições respeitáveis, mas o seu valor, como seres humanos, é exactamente o mesmo, assim como os seus direitos (ou pelo menos é assim que deveria ser). E apesar de nunca ter berrado, coagido, ameaçado, intimado, chantageado, ou manipulado ninguém (como tantas vezes fazem os respeitáveis senhores que supra-citei), sempre me senti respeitado e querido pelos caloiros e restantes colegas, consideração que retribuía, evidentemente.
3 - Ajudei muitíssimos caloiros meus, em variadíssimas ocasiões e de todas as maneiras que se possam lembrar, e continuei a fazê-lo sempre que mo solicitaram,durante o curso e até os dias de hoje (alguns deles tem já família constituída e até fui ao casório). Tenho em muitos dos meus antigos caloiros alguns dos meus melhores amigos, e são também os meus melhores amigos aqueles que me "praxaram" há doze anos atrás. A Praxe deve ser mesmo tenebrosa...

Diana disse...

Só um breve comentário.
Eu também tenho amigos e não precisei da praxe.

Filipe disse...

Mas é preciso ser adepto da tradição académica para ajudar alguém? Ou para ter amigos?

Sir Giga disse...

Ler o que está escrito e comentar isso mesmo deve ser mesmo difícil, não?

ser.r.alves disse...

1- "A minha posição hierárquica na Praxe não me dá superioridade sobre ninguém." (Sir Giga)
Por acaso até é mentira e é esse o problema. A posição hierárquica na Praxe confere ou retira direitos a quem a ocupa e isso é indesmentível.
Está em qualquer "código" da praxe que se leia.
2- Os indivíduos que fazem parte de outras seitas também são todos amigos uns dos outros, mas essas seitas não deixam de ser tenebrosas.

João Bento disse...

Se vocês sabem tanto... A posição que o Sir Giga tinha não lhe dava qualquer superioridade! E pode prova-lo pois o ser.r.alves nunca teve que lhe dar satisfações ou obedecer a qualquer ordem dada por ele. Para mais... Qualquer "veterano" apenas pede, os alunos novatos é que lhe conferem esse direito ao fazerem o que o "veterano" pede... Vocês têm uma ideia MUITO errada das praxes...
Vai quem quer... Faz quem quer!

Não tiveste a tua escolha ser.r.alves?! Criticas porque?! Arrependimento? Não compreendo porquê criticar se só lá está quem QUERRRR!!!!

Cumprimentos...

serraleixo disse...

João, de eufemismos e hipocrisia está o mundo farto.

Bento disse...

Pois... É isso e a verdade por ai descrita no blog! Já agora, porque só colocam o mal das praxes?! Nunca viram nenhuma noticia positiva das praxes ou só publicam o que vos convém?! Se querem ser justos têm que ter TODAS as praxes em conta e não generalizar, existe muito boa gente a ir pelo bom caminho tentando mudar as praxes ano a ano. Tornando-as mais justas e produtivas...

Falem disso em vez de tentarem "destruir" algo que nem percebem...=X.

Fica o vídeo: http://videos.sapo.pt/KEZKhFWyePqTGcjyN6EI

Agora critiquem que é uma violência irmos limpar a mata com os nossos veteranos... Coitadinhos de nós! Este ano vamos fazer uma colecta de dinheiro para os bombeiros. Disso falam?!

E já que não falam, em que ajudam vocês?! Ou só servem para criticar... Fico a espera de ver algo produtivo por estas bandas!;).

Cumprimentos...